#GMFIndica – Agenda de 05 a 07/07

Procurando o que fazer em São Paulo? O Guia Maria Firmina indica os melhores eventos protagonizados por mulheres. Vem cá ver o que separamos uma agenda bem especial para este fim de semana!

05/07

Sexta Literária – Encontro entre poetas

Bate-papo com as poetas Anna Clara de Vitto, Fernanda Rodrigues, Tatiana Eskenazi e Viviane Nogueira. A mediação fica por conta da também escritora Aline Caixeta. Ao final, as autoras farão uma breve sessão de autógrafos de suas obras.
Quando? 05/07 às 19h
Onde? Casa Elefante| Rua Cesário Mota Júnior, 277
Quando? Gratuito

Luis Antonio – Gabriela

Por meio de levantamentos biográficos que consistem em fotografias, diários, cartas, entrevistas com familiares e amigos, a Cia Mungunzá de Teatro apresenta ao público a transformação de Luis Antonio em Gabriela. Partindo de diferentes pontos de vista, como do irmão caçula que foi abusado sexualmente; da irmã que sai pelo mundo em busca do corpo de Gabriela; do pai que não reconhecia a filha travesti; e dos amigos e colegas de trabalho, que viam a figura da protagonista com uma mistura de admiração e estranhamento.
Quando? 05 e 06/07 às 19h| 07/07 às 17h
Onde? Teatro Arthur Azevedo| Av. Paes de Barros, 955
Quanto? Gratuito

Literatura Feminina Negra

Diálogo sobre a literatura feminina negra como forma de resistência e força transformadora, tendo como ponto de partida a obra de Carolina de Jesus com participação da poeta e jornalista, Esmeralda Ribeiro; da professora e pesquisadora, Sirlene Barbosa e a historiadora e coordenadora do Centro Cultural Afrobrasileiro e Biblioteca Zumbi dos Palmares de Taubaté, Solange Barbosa.
Quando? 05/07 às 19h30
Onde? Sesc Pinheiro| Rua Paes Leme, 195
Quanto? Gratuito

Zélia Duncan estreia o show Tudo é um

Tudo É Um é o novo show de Zélia Duncan baseado no álbum mais recente de mesmo nome, que foi lançado no final de maio pela Biscoito Fino em parceria com o selo Duncan Discos. Com uma levada “pop folk brasileiro”, este álbum autoral traz parcerias de Zélia com Zeca Baleiro, Chico César, Dani Black e Moska e foi produzido por Christiaan Oyens, parceiro de Zélia em vários sucessos como Catedral, Enquanto Durmo, Sentidos, Não Vá Ainda, entre outros.
Quando? 05 e 06/07 às 21h| 07/07 às 18h
Onde? Sesc Pinheiros| Rua Paes Leme, 195
Quanto? R$ 15 – R$ 50 ingressos aqui

E.l.a

O espetáculo E.L.A surgiu a partir da investigação cênica do corpo inquieto, estranho e disforme da atriz cearense Jéssica Teixeira. a atriz explora de que maneira seu corpo se desdobra e faz desestabilizar e potencializar outros corpos e olhares em linhas histórica, filosófica, empírica, mitológica, estética, sinestésica, ética, entre outras.
Quando? 05/07 a 14/07|qui, sex e sáb às 21h30| domingos às 18h30
Onde? Sesc Pompeia| R. Clélia, 93 – Água Branca
Quanto? R$6 a R$20 ingressos aqui

Foto: Sheila Signário
Terror e Miséria no Terceiro Milênio – Improvisando Utopias

Nove atores e dois DJs ensaiam como se estivessem confinados em um teatro que lhes serve como uma espécie de “fortaleza”. Sentados em dois bancos, na “reserva da vida”, refletem e criam a partir destes tempos e ainda à luz das cenas Terror e Miséria no Terceiro Reich, de Bertold Brecht, “espólio” herdado que serve como disparador. Assim, recortes, samples, trechos, partes, começam a surgir, propostos por estes artistas na hora de improvisar. A partir dessas formulações os embates acontecem e cada um vai assumindo uma visão de mundo, deixando evidente o que nos une e o que nos separa. Como também esboçam utopias capazes de destituir o presente, e lançar pro futuro imagens de construção de um mundo mais igualitário e mais justo.
Direção: Claudia Schapira
Direção de Movimento e Coreografias: Luaa Gabanini
Assistência de Direção: Maria Eugenia Portolano
Quando? 05 a 28/07| sex e sáb às 21h| dom às 18h
Onde? Sesc Bom Retiro| Alameda Nothmann, 185
Quanto? R$6 a R$20 ingressos aqui

06/07

A noite não adormecerá jamais nos olhos nossos

A exposição ”A noite não adormecerá jamais nos olhos nossos” parte da convocatória nacional proposta pelo coletivo de mulheres artistas Trovoa. A mostra nacional nasce da necessidade de apresentar e discutir a pluralidade de linguagens, mídias e pesquisas que estão sendo produzidas por mulheres não-brancas pelo país, ao mesmo tempo que procura descentralizar os discursos e criar uma rede de mulheres artistas, ampliando assim os circuitos de arte.

Exposição coletiva com: Aline Motta, Bruna Amaro, Caroline Rycca Lee, Gabriela Monteiro, Heloisa Hariadne, Igi Ayedun, Juliana Santos, Lidia Lisboa, Luiza de Alexandre, Lyz Parayzo, Mariana Rodrigues, Micaela Cyrino, Monica Ventura, Rebeca Ramos, Renata Felinto, Sheila Ayo, Val Souza e
Yaminah Garcia

Quando? até 22/07| Terça à Sexta das 10h às 19h| Sábado, 11h – 19h
Onde? BARÓ GALERIA| Rua da Consolação, 3417 – Jardins
Quanto? Gratuito

Reclusa

Espetáculo-protesto que discute o encarceramento feminino tanto no viés institucional quanto sociológico. Duro acreditar que as mulheres negras e as mulheres negras e gordas sofram com uma série de estereótipos raciais e sexuais. E que estes mesmos estereótipos possam criar uma variedade cruel de encarceramentos – psicológicos e físicos – lentos genocídios silenciosos que atacam a saúde mental dessas mulheres, fazendo-as adoecer emocionalmente.
Quando? 06/07 às 20h
Onde? Oficina Cultural Alfredo Volpi| Rua Américo Salvador Novelli, 416, Itaquera
Quanto? Gratuito, retirada de ingressos 30 minutos antes do espetáculo.

Roda de conversa Grada Kilomba e Djamila Ribeiro

No dia da abertura da exposição “Grada Kilomba: Desobediências Poéticas”, a artista conversa com a escritora, pesquisadora e ativista brasileira Djamila Ribeiro, que assina um dos textos do catálogo da mostra.
Quando? 06/07 às 15h
Onde? Pinacoteca| Praça da Luz 2
Quanto? Gratuito, distribuição de ingressos por ordem de chagada, 30 minutos antes do início do evento.
*Haverá transmissão simultânea para o Pátio 2.
*Abertura da exposição às 11h.

Mariana Aydar

Quando? 06/07 às 19h
Onde? Sesc Santo Amaro| Rua Amador Bueno, 505
Quanto? R$6 a R$20 ingressos aqui

Foto: Divulgação
As Comadres

Com supervisão geral de Ariane Mnouchkine, As Comadres é a montagem brasileira do musical canadense Les Belles-Soeurs (2010), de René Richard Cyr (a partir da peça original de Michel Tremblay, 1968), com elenco formado por uma trupe de 20 atrizes cantoras. O espetáculo reúne atrizes brasileiras em toda sua diversidade nesta comédia musical canadense adaptada para a realidade brasileira: comadres que se reúnem na cozinha (a sala está em obras) para colar 1 milhão de cupons de uma loja de departamentos e papear sobre o trabalho, a família, a falta de dinheiro, o bingo, a religião, nascimentos, casamentos e morte, em um delicado mosaico do universo da mulher urbana da virada do século. Convidadas por Germana para lhe ajudar a colar um milhão de selos, e assim ganhar tudo que é preciso para mobiliar sua casa, Linda, Mariângela, Branca, Romilda, Lisa, Rosa, Ivete, Lisete, Angelina, Teresa, Pietra, Gabriela, Olivina e Ginete podem estar reunidas neste momento na periferia de São Paulo, no subúrbio do Rio ou à margem de qualquer grande cidade do mundo. Mulheres que trabalham, cuidam de seus filhos e marido, que traem e são traídas, que rezam. São amigas, cunhadas e vizinhas que, reunidas na cozinha, colando os selos falam dos seus sonhos e dissabores, desejos e medos, anseios e frustrações.
Quando? 06 a 28/07| de quarta à sábado às 21h| domingos às 18h
Onde? Sesc Consolação| R. Dr. Vila Nova, 245
Quanto? R$12 a R$40 ingressos aqui

Isabella Taviani

Quando? 06/07 às 22h
Onde? Tom Brasil| Rua Bragança Paulista, 281
Quanto? R$54,50 a R$99,50 ingressos aqui

07/07

Björk Digital

Na mostra, música, artes visuais e tecnologia se unem para expressar o pioneirismo da multiartista islandesa Björk. A exposição, que estreou em Sydney em 2016 e já passou por Tóquio, Barcelona, Cidade do México, Moscou, Montreal, Londres e Los Angeles, entre outras, será apresentada pela primeira vez no Brasil. Concebida por Björk e James Merry,com produção do MIF (Manchester International Festival), a mostra é dividida em seis áreas compostas por realidade virtual e elementos audiovisuais imersivos que demandam a interação dos visitantes.
Quando? 18/6 a 18/8. Terça-feira a sábado, 10h às 20h; domingo, 10h às 19h
Onde? MIS | Av. Europa, 158 – Jd. Europa
Quanto? R$15 e R$30. Entrada gratuita às terças-feiras.

Ceumar e Lívia Mattos

As cantoras Ceumar (violão, voz, percussão) e Lívia Mattos (acordeom, voz) se encontram após estreia do espetáculo realizado em março, como parte da programação em torno do dia Internacional da Mulher, as artistas se reúnem ao grupo para mostrar um show especial em uma atmosfera mágica e performática. No show, as artistas apresentam canções de seus álbuns, composições inéditas e outros experimentos sonoros acompanhadas por Paulim Sartori (baixo, piano, violões), Johanna Amaya (percussão) e Joana Queiroz (sopros: clarinete, clarone e sax tenor).
Quando? 07/07 às 19h
Onde? Auditório Ibirapuera| Av. Pedro Alvares Cabral, sn
Quanto? R$15 a R$30 ingressos aqui