#GMFIndica – Agenda Cultural SP de 19 a 25/9

#GMFIndica de hoje traz a programação mais perfeita feita por mulheres artistas que rolam no  final de semana de SP

Circuito #AcreditaNelas

O Cine Autorama está rodando São Paulo com o patrocínio da Uber. O
circuito #AcreditaNelas trará sessões de filmes protagonizados por
mulheres para curtir ao estilo drive-in com toda a família e
amigos.
20/09 – Thelma & Louise (19h15)
Mad Max: Estrada da Fúria (22h)
21/09 – O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (19h15)
Bohemian Rhapsody (22h)
22/09- Benzinho (18h15)
Mulher Maravilha (21h)
Quando? 20 a 22/09 (verificar o horários dos filmes na programação_
Onde? Praça Charles Milles
Quanto? Gratuito

Relação Aberta

Solo de palhaçaria feminina apresentado por Tetê Purezempla – uma
palhaça viciada em música. Ela é capaz de montar seu circo em
qualquer lugar para demonstrar suas habilidades e entreter o
público. Apresentando os números BamboMamboSax, O Assassinato do
Amor Romântico, Ode ao Clitóris e Ode ao Chapéu, a palhaça diverte
todas as famílias e muda paradigmas com muito humor e ousadia.
Quando? 20/09 às 20h
Onde? Sesc Santana|Av. Luiz Dumont Villares, 579
Quanto? Gratuito

Mariene de Castro

Nascida em Salvador, radicada no Rio, a cantora consegue unir em
seu repertório diferentes matizes do gênero, lançando luz em sambas
de roda pouco conhecidos, além de dar nova roupagem a clássicos.
Quando? 20 e 21/09 às 22h
Onde? Casa Natura Musical| Rua Arthur Azevedo, 2134
Quanto? R$35 a R$160 aqui

Mulher, o que lhe dói?

Como a angústia da existência na civilização é, ao mesmo tempo,
inevitável e fonte de criação artística e libido. Como escrever a
partir do sentimento de falta e sobra, em um processo de vazão.
Quando? 20/09 às 18h30
Onde? Sesc São Caetano| Rua Piauí, 554
Quanto? Gratuito

Foto: Helen Salomão
Show de Lançamento “Mormaço- Entre outras formas de calor”

Mel Duarte apresenta seu Show de Lançamento do Disco “Mormaço-
Entre outras formas de calor”, seu primeiro disco no formato Spoken
Word uma imersão ao universo do amor e do afeto.
Quando? 21/09 às 19h30
Onde? Sesc 24 de Maio| Rua 24 de Maio, 109
Quanto? Gratuito

As Antiprincesas

Antiprincesas trás a cena Frida Kahlo – artista plástica que
revolucionou seu tempo com sua arte. Mulher sábia e, acima de
tudo, corajosa, personagem que foge ao padrão de princesas dos
contos de fadas tradicionais. Nessa montagem, a Cia. Luarnoar une à
narrativa obras de Frida e brincadeiras populares mexicanas.
Esta apresentação acontece no Mercado Municipal do Ipiranga como
parte da programação do Ipiranga Day – Festejos de Aniversário do
Bairro do Ipiranga.
Quando? 21/09
Onde? Mercado Municipal do Ipiranga| R. Silva Bueno, 2109
Quanto? Gratuito

2ª edição do FESTIVAL AGORA

Um festival com programação ampla e gratuita, que vai dos debates
às festas sound system, do esporte à mentoria de projetos, e das
performances artísticas ao cinema. Tudo com o objetivo de promover
a inserção da mulher nas instâncias de poder.
Quando? 21 e 22/09 das 14h às 22
Onde? Centro Cultural São Paulo| Avenida Vergueiro,
Quanto? Gratuito, programação completa aqui

Gali

Entre as temáticas levantadas por GALI está a questão da mulher
lésbica, ilustrada pela música “Caminhoneira” e o feminismo como é
a música “Mulher do Futuro”. Para esta nova apresentação, a
ribeirãopretana assume a viola caipira, entoando ritmos brasileiros
como o baião, xaxado, arrocha e também ritmos latinos como a polca
paraguaia e a chacareta argentina, explorando em formato solo a voz
com loops, acompanhada de violão e viola.
Quando? 21/09 às 19h
Onde? Sesc Santana| Av. Luiz Dumont Villares, 579
Quanto? Gratuito

Lançamento DEKA + YURI

Com um financiamento pra lá de polêmico, em março de 2019 Deka +
Yuri desafiaram as leis da física e conseguiram financiar em 109%
seus livros + podcast + tarot. Além do lançamento, teremos um
bate-papo bacanudo com as autoras, sobre processos criativos,
desafios da vida de artista independente e seus universos
ficcionais.
Quando? 21/09 às 18h
Onde? Biblioteca Caio F. Abreu|Rua Adoniran Barbosa, 151
Quanto? Gratuito

Foto: A Dita Curva| Divulgação
Bia Ferreira

Mineira, cantora, compositora e produtora musical, Bia Ferreira conquistou o Brasil com a canção “Cota Não é Esmola”, canto de resistência antirracista, que circula dos programas de TV às manifestações nas ruas. A voz de Bia abala as estruturas racistas, machistas e LGBTIfóbicas da sociedade. Em apresentação única no Sesc Pompeia, Bia lança seu álbum de estreia, que leva o título de “Um Chamado”. O disco conta com canções já conhecidas como “Cota não é esmola”, “Não precisa ser Amélia” e “De dentro do AP”.
Quando? 21/09 Às 21h30
Onde? Sesc Pompeia| Rua Clélia, 93
Quanto? R$9 a R$30

Je Treme – Lançamento Keila “Malaka”

Keila ficou conhecida nacionalmente como a vocalista da Gang do Eletro, banda destaque do tecnobrega paraense que se apresentou pelo Brasil todo e o pelo Mundo. Agora lança seu primeiro álbum, “Malaka”, com produção musical do baiano Felipe Pomar, e direção musical e artística dela própria cantora. No trabalho, que tem dez faixas, ela mistura o tecnobrega a ritmos periféricos como o hip-hop, o funk carioca, o batidão romântico do Nordeste e o trap. Viviane Batidão, do Pará, e TrapFunk&Alívio, da Bahia, são duas das participações do disco.
Quando? 21/09 às 23h
Onde? Estúdio Bixiga| Rua Treze de Maio, 825
Quanto? R$15 a R$30 aqui

A dita Curva

Dez artistas pernambucanas se uniram para criar um espetáculo que mistura poesia, dança, performance e música para refletir sobre o feminino. Assim nasceu o projeto “A Dita Curva”, idealizado pela cantora, compositora e dançarina Flaira Ferro.
Quando? 22/09 às 19h30
Onde? Casa Natura Musical| Rua Artur de Azevedo, 2134
Quanto? R$20 a R$80 ingressos aqui

Cadernos de Carolina

Assim como para Carolina, para muitos escritores, cadernos e diários são o primeiro meio para registro de suas histórias e memórias; logo, desenvolver a habilidade de construir o próprio caderno pode ser um grande incentivo para produção literária. O processo de criação artesanal possibilita a reflexão e criar tendo como ponto de partida a história de Carolina Maria de Jesus, nos permite refletir e conversar sobre questões sociais, e principalmente, sobre o papel da mulher como mãe, trabalhadora, chefe de família, produtora de cultura, literatura e simplesmente, mulher. Essas reflexões poderão ser o incentivo para que aflorar, a exemplo de Carolina, novos talentos da escrita.
Quando? 22/09 e 19/10 das 14h às 17h
Onde? Sesc Bom Retiro| Alameda Nothmann, 185
Quanto? Gratuito

Leitura de Uma Lei Chamada Mulher: Maria da Penha

Uma das últimas peças escritas por Consuelo, a obra tem como inspiração a história de vida de Maria da Penha e seu livro “Sobrevivi, posso contar”, em uma narrativa que atravessa, do início ao fim, a relação da mulher com seu agressor. A violência doméstica sofrida por Maria durante 23 anos pode ser acompanhada em cenas que se sucedem abrindo um panorama amplo, ainda que a partir de um caso específico, da evolução de uma relação abusiva atingindo o ápice da dupla tentativa de feminicídio.
Quando? 22 às 18h30 |28/09 às 19h30
Onde? Sesc Ipiranga| Rua Bom Pastor, 822
Quanto? R$6 a R$20 aqui