Tatuagem: 4 artistas que enxergam o corpo como tela

Não há dados históricos que mostrem a data do primeiro ser humano que decidiu fazer uma tatuagem. O que se sabe é que foram descobertas múmias egípcias do gênero feminino com linhas e pontos tatuados pelo corpo, e um círculo salientando o abdômen no Egito antigo, mostrando que nessa época as tatuagens poderiam ser relacionados à fertilidade, cultos e rituais.

Desde então, a tatuagem ganhou diversas finalidades: identificação entre grupos, marcação de escravos, rituais religiosos e, é claro, ornamento, que é o principal motivo pelo qual marcamos nossos corpos hoje (pelo menos no ocidente). De acordo com a revista Super Interessante, até Charles Darwin afirmou que todas as nações conheceram a arte da tatuagem! A máquina elétrica para tatuagens foi criada em 1891, e desde então o que era uma característica de marinheiros e presidiários, passou a ser símbolo da juventude e seu ato rebelde de fazer arte em seu próprio corpo.

O Guia Maria Firmina enxerga na arte de tatuar um mar de possibilidades, por isso decidimos indicar algumas tatuadoras para acompanhar nas redes sociais e planejar suas futuras tattoos. Com trabalhos autorais, diversos e cheios de personalidade, essas artistas conquistam cada vez mais espaço no universo (masculino) dos tatuadores.

Elise Marie

Artista visual de formação, Elise começou a tatuar após a faculdade e não parou mais. O foco da tatuadora é Blackwork, desenhos feitos apenas com tinta preta, e botânica, mas também cria flashs de tattoos feministas e releituras de obras de grandes artistas como Frida Kahlo, Van Gogh, Caravaggio, entre outros. Uma releitura mais linda que a outra!

Montagem com fotos do instagram de Elise
Foto: Instagram/Reprodução
Bianca Kato

O traço de Bianca é tão fino que muitas vezes nos questionamos como alguém consegue fazer traços tão delicados e harmônicos com uma máquina que treme. É necessária uma mão muito firme para alcançar o nível de detalhamento dos trabalhos de Bianca! A artista transita entre vários estilos, mas é muito conhecida por seus trabalhos com a técnica de aquarela. Se você curte tatuagens coloridas, com certeza vai amar os trabalhos dela!

Montagem com fotos do instagram de Bianca Kato
Foto: Instagram/Reprodução
Deborah Rabelo

Mais uma especialista em blackwork! Deborah já foi modelo e hoje dedica-se integralmente ao seu trabalho com tatuagem, que cresce a cada dia. A artista é fera em desenhar silhuetas femininas e animais, com um estilo todo próprio que mescla geometria, traços firmes, traços fluidos e sombreados.

Foto de uma das tatuagens feitas pela artista Deborah Rabelo
Foto: Instagram/Reprodução
Maia Ruth

A tatuadora de Mogi das Cruzes também é especialista em blackwork, principalmente botânica. Maia arrasa no pontilhismo e em tatuagens grandes. Se você quer fechar o braço com trabalhos florais, não deixa de olhar o trabalho dela antes!

Fotos de tatuagens de Maia Ruth
Foto: Instagram/Reprodução